Portal da Cidade Louveira

Covid-19

Estado mantém Louveira e região na Fase Amarela do Plano São Paulo

A fase amarela permite 40% de ocupação para atividades não essenciais, com expediente de até dez horas diárias para restaurantes e 12 horas para as demais.

Postado em 16/01/2021 às 08:40

Louveira e toda a região seguem na Fase Amarela do Plano São Paulo de combate ao coronavírus. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (15), pelo Governo do Estado, em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes.

A fase amarela permite 40% de ocupação para atividades não essenciais, com expediente de até dez horas diárias para restaurantes e 12 horas para as demais. O atendimento presencial deve ser encerrado às 22h em todos os setores. Nos bares, as portas devem fechar ao público mais cedo, às 20h. Eventos que geram aglomeração, como festas, baladas e shows continuam proibidos.

O Centro de Contingência também recomendou que todos os 645 municípios paulistas endureçam regras para reuniões de trabalho em locais fechados, como limite máximo de 25 pessoas e distanciamento mínimo de 1,5 metro. Eventos sociais e familiares também devem ser evitados devido ao recrudescimento da pandemia. O uso de máscaras em todos locais de acesso público é obrigatório.

Todos os protocolos sanitários e de segurança para cada atividade estão disponíveis no site do Plano SP e devem ser seguidos rigorosamente para conter a pandemia. Prefeituras que se recusarem a seguir as normas estabelecidas pelo Governo do Estado ficam sujeitas a sanções judiciais.

Louveira já confirmou 1.513 casos de covid-19. Desse total, 1.398 se curaram, 2 estão internados e 84 se encontram em isolamento e se recuperando em suas casas. Outras 29 pessoas morreram da doença.

Para Érica Pin Pereira, diretora da Vigilância em Saúde de Louveira, o momento é de cautela. Ela recomenda redobrar os cuidados com os protocolos de segurança para minimizar os riscos de contágio.

Entre as ações, Érica cita o uso de máscaras como fundamental, além de ser importante evitar aglomerações. A higienização constante das mãos é outro fator que pode ajudar a combater o contágio da doença.

Fonte:

Receba as notícias de Louveira no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário