Portal da Cidade Louveira

Momento Tribuna

Vereadores aproveitam acesso a tribuna para ressaltar projetos.

Esses discursos foi realizado durante a 1ª Sessão Ordinária de 2021

Postado em 08/02/2021 às 05:11 |

Vereador Fábio Borriero

Vereador Nilson Cruz

Vereador Laércio Neris

Vereador Marquinhos Deca

Durante a 1ª Sessão Ordinária de 2021, alguns vereadores aproveitaram do acesso a tribuna para ressaltar algumas indicações de sua autoria que foram apresentadas ao Executivo indicações de projetos ou fazer solicitações, como:


Vereador Fábio Borriero(PDT)

Ressautou a instalação na cidade de uma unidade de pronto-atendimento ao idoso com funcionamento 24 horas, tambem que seja feita a doação ou cessão de um imóvel em comodato para a APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) e falou também da solicitação de implantação de uma UTI Neonatal na Irmandade Santa Casa de Louveira, instalada e equipada nos padrões da Organização Mundial de Saúde. “É uma ação de respeito ao ser humano, qualidade de assistência e segurança diagnóstica ao recém-nascido de alto risco. Pesquisas apontam que são múltiplas as doenças no período neonatal, associadas ao alto risco de desenvolvimento de sequelas”, informou o vereador. Para finalizar, ele também reforço a solicitação de construção de um estacionamento 45 graus na rua Nicola Tarallo, na região central, atendendo pedido dos comerciantes do local.


Vereador Nilson Cruz

Iniciou parabenizando a administração municipal pela iniciativa de reinstalação de um hospital de campanha na cidade, com 10 leitos, para tratar de moradores acometidos pela Covid-19. Nilson Cruz também falou sobre a indicação de sua autoria que solicita a implantação de um sistema de agendamento eletrônico na cidade, a fim de beneficiar os moradores que necessitam de transporte especial, principalmente idosos e deficientes. “É um transtorno. Precisamos fazer o melhor pela população; um dia alguém da nossa família pode precisar desse serviço. Com certeza o cidadão louveirese vai ficar feliz”, ressaltou o vereador, mencionando, ainda, a indicação para construção de moradias populares. Ele aproveitou a presença de um dos diretores da FUMHAB para cobrar agilidade no processo. “Eu quero alertar para a grande responsabilidade que é a entrega dessas moradias. Tenho compromisso com a população, principalmente moradores em áreas de situação de risco, como as que existem no Leitão e na Estiva. Vou fazer o melhor para o nosso povo”.


O vereador frisou também uma indicação na qual pediu urgência para elaboração de um projeto que conceda anistia aos moradores quanto aos tributos municipais. “Muitos deixaram de honrar com seus compromissos devido à pandemia”, disse Nilson, compartilhando, ainda, dois projetos de lei de sua autoria que estão tramitando na Casa: um que institui o cartão de identificação para pessoa com transtorno de espectro autista e prevê, na sinalização de atendimento prioritário para pessoa com deficiência, inclusão do símbolo mundial da conscientização do Transtorno do Espectro Autista (TEA). Segundo ele, este projeto enquadra-se na Lei Federal 12.764/12 e assegura mais igualdade e qualidade de vida as pessoas com essa deficiência. De acordo com ele, há também um compromisso que assumiu durante a campanha de criar na cidade um conselho para pessoas com deficiência. O outro projeto de lei prevê a denominação de “Brendon Felipe Alves Faustino” ao salão comunitário do bairro Vassoural.


Vereador Laércio Neris

Antes de mais nada, Laércio falou sobre o reconhecimento pelo trabalho desenvolvido em seu primeiro mandato, e fez questão de agradecer a oportunidade de estar de volta para atuar por mais quatro anos por Louveira. O vereador ressaltou o encaminhamento de indicação que fez à Prefeitura para a construção de uma capela no Cemitério Municipal, próximo aos pavilhões e quadras onde estão localizados os túmulos, a fim de que a população possa acender vela e homenagear os entes queridos. Laércio mencionou também a indicação que pede um estudo para analisar a possibilidade do município comprar doses de vacina da Covid-19 e beneficiar os cidadãos louveirenses. “Estamos num momento difícil, com grande expectativa em relação à vacina. Especialistas orientam que o ideal é imunizar pelo menos 75% da população, por isso solicitei um estudo quanto à viabilidade desta compra. O Governo de Estado já avisou que nesse primeiro momento vacinará apenas 25% da população. Sabemos que ainda existe dificuldade para essa aquisição, mas gostaria que fosse feita essa análise”.


Vereador Marquinhos Deca

Iniciou agradecendo ao voto de confiança que recebeu da população, em seguida apresentou indicação que prevê estudos para a elaboração de projeto de lei que crie o programa de aluguel social para o município. O vereador falou também sobre a solicitação que fez ao Executivo para equiparar o valor do cartão alimentação dos servidores da Prefeitura com o que é pago aos servidores da Câmara. “Isso é uma motivação a mais para os servidores que desenvolvem um importante trabalho”. Marquinhos Deca mencionou também a indicação para construção de uma quadra poliesportiva no Bairro Jardim Diamante, no Altos da Colina, e a visita que fez, acompanhado da equipe da FUMHAB, à sede da Cooperteto, em Americana, para um workshop sobre projetos de urbanização em áreas de vulnerabilidade sócia hoje recuperadas. “Essa visita poderá auxiliar a Prefeitura na construção de mil casas para os moradores de Louveira”.


Fonte:

Receba as notícias de Louveira no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário