Portal da Cidade Louveira

Política

Câmara de Louveira devolve para o Executivo recursos na ordem de R$ 6 milhões

. O presidente explicou que os recursos foram devolvidos para o Executivo e poderão ser aplicados em outras áreas, seguindo as necessidades do município.

Postado em 20/12/2019 às 12:55 |

Câmara de Louveira devolve para o Executivo recursos orçamentários ordem de R$ 6 milhões

O presidente da Câmara de Louveira, vereador Laércio Neris (PTB), deu uma excelente notícia para o município: devolveu aos cofres públicos R$ 6.155.107,51 em recursos orçamentários, que foram economizados pelo Legislativo durante o ano de 2019. A economia foi resultante de uma gestão eficiente e austera dentro da Câmara e quem ganha com isso é a sociedade. "Conseguimos reduzir custos e otimizar nossas despesas e com isso chegamos nesse montante, que irá retornar ao orçamento municipal para ser investido em outras necessidades dos moradores de Louveira", avisou Laércio.

Essa preocupação com a racionalização dos recursos começou logo nos primeiros dias da gestão de Laércio à frente do Legislativo (biênio 2019/2020). O parlamentar contou com o apoio dos seus colegas vereadores e aplicou algumas medidas que impactaram, positivamente, no orçamento. Uma delas foi a extinção da Função Gratificada (FG) para os comissionados. Outra foi a adequação interna dos trabalhos nas comissões e também uma atenção maior na redução das horas extras, entre outras.

"Tudo isso colaborou imensamente para que pudéssemos enxugar nossas despesas, sem prejudicar em nada o andamento dos trabalhos dentro da Câmara. Fiquei muito satisfeito com os resultados obtidos", frisou Laércio. O presidente explicou que os recursos foram devolvidos para o Executivo e poderão ser aplicados em outras áreas, seguindo as necessidades do município. "Estou muito feliz com essa economia, pois hoje uma boa gestão pública passa pela organização e planejamento. Esse dinheiro economizado poderá ser utilizado na compra de mais equipamentos para a área de saúde, ou na construção de casas populares, ou ainda investidos na educação. A cidade só tem a ganhar com isso", disse Laércio Neris.

Dos mais de R$ 6 milhões economizados do orçamento, R$ 2.856.776,49 (46,41%) foram com redução de despesas gerais com pessoal e R$ 3.298.331,06 (53,59%) foram com fornecedores e contratos.

Fonte:

Deixe seu comentário