Portal da Cidade Louveira

Manchas

Saiba como clarear as manchas faciais

A técnica em estética Mariana Marzullo explica tudo sobre o tratamento e como evitá-las

Postado em 25/09/2019 às 10:14 |

Mariana Marzullo (Foto: Giullia Sampaio)

Mariana Marzullo (Foto: Giullia Sampaio)

 surgimento de manchas no rosto é um dos fatores que mais levam mulheres a buscar algum tipo de tratamento estético. A procura por procedimentos faciais é muito maior que por corporais, pois o rosto está em evidência e passa a primeira impressão. Conversamos com a técnica em estética Mariana Marzullo para saber todos os cuidados necessários em relação as manchas na pele. 


Como surgem as manchas?

As manchas nada mais são que um excesso de melanina em uma determinada região da pele. São vários fatores que podem fazer com que os melanócitos (células produtoras de melanina) produzam aceleradamente.

Existem vários tipos de manchas e as causas para o surgimento delas variam entre genética, exposição inadequada ao sol, falta de proteção solar, poluição e acne. As manchas que aparecem com mais frequência são a melasma, a melanose solar, as efélides e a hipercromia pós-inflamatória.

A melasma pode ter causas diferentes, a mais comum é a “Gestacional” ou “hormonal”. esse tipo de mancha costumava a surgir apenas na gravidez. Hoje em dia, a melasma já está atingindo mulheres mais novas por conta do uso de anticoncepcional e de possíveis alterações de hormônios.

A melanose solar é causada pela exposição ao sol e é muito comum na região de Louveira por conta da agricultura. As efélides são conhecidas como “sardinhas” e surgem por conta de fatores genéticos. Já as hipercromias pós-inflamatórias são aquelas marquinhas que surgem por conta de possíveis hematomas causados pelas acnes.


Como funciona o tratamento estético para eliminar as manchas?

O tratamento utilizado pela esteticista Mariana é feito com ativos despigmentantes e clareia totalmente todos os tipos de manchas. O produto utilizado possui um processo de inteligência que, ao ser aplicado na pele da cliente, identifica a célula que está produzindo melanina de forma acelerada e clareia o que está em excesso, além de passar a controlar a produção de melanina e evitar que surjam novas manchas. 

A mancha não tem uma cura definitiva porque não há como retroceder a aceleração da célula, mas é possível controlar essa produção de melanina e é esse o propósito do tratamento.

Diferentemente dos tratamentos dermatológicos, o despigmentante não sensibiliza a pele e não causa hematomas (feridas). O tratamento estético trabalha com percentuais de princípios ativos bem reduzidos em comparação aos produtos dermatológicos e que alcançam o mesmo resultado.

As recomendações para evitar qualquer tipo de dano ou efeito rebote é o uso do protetor  solar e a limpeza diária da  pele. “Eu digo que é  um  trabalho em parceria. A  cliente vem um dia na  semana fazer a sessão, mas  os outros seis é ela em casa tomando todos os cuidados” afirma a especialista.

Mariana Marzullo / técnica em estética

Segredo

O que ajuda muito a pele a ficar bonita, saudável e viçosa no verão é a água. Tem que hidratar bastante sua pele e, junto ao protetor solar, você pode ter uma pele incrível o verão todo, sem desidratar A minha dica como profissional paro o verão: protetor solar e muita água

Mariana Marzullo / técnica em estética

Avaliação

Antes de iniciar o tratamento, a cliente passa por uma avaliação na “Luz de Wood”, que é uma luz específica ultravioleta. Através desta luz, é possível analisar a extensão da mancha assim como definir o tipo e a gravidade. É a partir desta análise que é definida para a cliente a quantidade de sessões. 


Como evitar o surgimento de manchas?

A proteção solar é a principal maneira de evitar as manchas no rosto, principalmente no caso da Melanose Solar. É importante também observar se o seu organismo possui alguma predisposição ao surgimento de manchas, para potencializar a proteção. 

Uma das formas de aumentar a proteção solar são os “fotoprotetores orais” que são cápsulas naturais que servem como potencializadores na proteção e evitam que a mancha apareça com mais frequência.

No caso da hipercromia pós-inflamatória, o fundamental é não cutucar a acne. A lesão causada é protegida pela pele através da pigmentação. No caso da pele acneica, é importante procurar um dermatologista para evitar as manchas. Quando as manchas surgem por questão genética como as efélides, não tem como evitar, porém o tratamento consegue clareá-las da mesma forma.


MARIANA MARZULLO

Técnica em Estética

Telefone : (11) 97090-6617

mariana_marzullo@yahoo.com.br  

Facebook | Instagram | WhatsApp (clique aqui)  



Qual sua especialidade? 

Publique seu conteúdo aqui na editoria Papo de Especialista do Portal da Cidade.

Fone: (19) 99732-5402 

Email: redacao.louveira@portaldacidade.com

Fonte:

Deixe seu comentário