Portal da Cidade Louveira

Tecnologia

Pensando em assistir ao novo Star Wars de graça?

ais de 30 sites fraudulentos e perfis em redes sociais relacionados ao filme foram identificados, segundo levantamento da empresa de cibersegurança Kaspers

Postado em 21/12/2019 às 07:42 |

Não é novidade que crimes virtuais exploram temas populares e, neste mês, Star Wars é uma ótima oportunidade. Antes da estreia de A Ascensão Skywalker, último episódio da saga, que aconteceu em 19 de dezembro, mais de 30 sites fraudulentos e perfis em redes sociais relacionados ao filme foram identificados, segundo levantamento da empresa de cibersegurança Kaspersky.

As páginas são criadas com a intenção de invadir computadores alheios e roubar dados pessoais, como a senha do cartão de crédito. Todos eles, supostamente, distribuem cópias gratuitas do filme mais recente da franquia.

Como são os sites fraudulentos? Em geral, os domínios (nomes) dos sites usados em golpe são semelhantes ao nome oficial do filme e fornecem descrições completas e conteúdo de suporte, fazendo com que os usuários acreditem que a página, de fato, está associada ao filme. Essa prática é chamada de black SEO e permite que os criminosos promovam sites fraudulentos em busca do Google, por exemplo – o que favorece ainda mais a disseminação da página entre quem busca pelo conteúdo.

Esses ataques são frequentes? Infelizmente, sim. Filmes famosos são usados por cibercriminosos como iscas para atrair fãs a sites e perfis falsos. E o último episódio da saga Star Wars não é exceção.

Em 2019, a Kaspersky detectou mais de 285 mil tentativas de fraudes contra 37 mil usuários que tentaram assistir os filmes anteriores de Star Wars, o que representa um aumento de 10% em comparação com o ano anterior. Os dados mostram que, mesmo muitos anos após a estreia da saga, um número significativo de fãs ainda busca assistir as aventuras gratuitamente e acabam sendo atacados.

Quais séries e filmes são mais populares entre os cibercriminosos? Game of Thrones é a campeã. Com uma audiência média de 43 milhões de espectadores, o episódio The Long Night foi utilizado para aplicar golpes em 3 mil pessoas por dia durante a exibição da série.

Os filmes de super-heróis são os mais pirateados e, consequentemente, também são alvos de mais golpes digitais. Dentre os mais populares estão: Aquaman, Capitã Marvel, Liga da Justiça: Os Cinco Fatais, Homem-Aranha: No Aranhaverso e Shazam.

Por que as pessoas entram em sites falsos? Quem clica em links desconhecidos, geralmente, está em busca de acessar gratuitamente o filme. Os torrents e as plataformas ilegais de streaming representam uma ameaça à segurança digital das pessoas, pois podem hospedar arquivos maliciosos disfarçados de filmes.

Como evitar ser vítima desses crimes digitais?

A primeira dica é desfrutar do final da saga nas telonas das salas de cinema. Se não for possível, fique atento ao lançamento oficial em serviços de streaming, na TV, em DVD ou em outras plataformas.

Não clique em links suspeitos, como aqueles que prometem a visualização antecipada de um filme que ainda não estreou ou está apenas nos cinemas.

Se baixar algum arquivo, examine antes de abrir. Mesmo os conteúdos em vídeo de sites que você considera confiável precisam apresentar a extensão .avi, .mkv ou .mp4 ou outro formato de vídeo – mas nunca podem ser .exe ou .msi.

Não insira informações confidenciais, como senhas de cartões de crédito.

Nunca desinstale a proteção antivírus e tenha certeza que ela é confiável.

Verifique a autenticidade do site. Só acesse sites que permitem assistir a filmes quando tiver certeza de que são seguros, confira a ortografia do nome da empresa e se o endereço começa com ‘https’. Uma boa dica é procurar por avaliações de outros usuários em relação aquele conteúdo.

Fonte:

Deixe seu comentário