Portal da Cidade Louveira

Cultura

BAMALO Tricampeã Nacional

A banda Marcial de Louveira, a BAMALO, conquistou o tricampeonato Nacional realizado na cidade de Senador Canedo

Postado em 15/12/2019 às 07:56 |

A Banda Marcial de Louveira – BAMALO, foi fundada em 7 de Setembro de 1991, é uma associação civil, de direito privado, sem fins lucrativos e econômicos, com sede na cidade de Louveira, interior do estado de São Paulo, que promove ensino gratuito de música para crianças, jovens e adultos.

Para a manutenção de suas atividades, a BAMALO promove eventos para captação de recursos, realiza atividades de geração de renda, estabelece parcerias e recebe contribuições, subvenções e donativos de qualquer espécie, de qualquer pessoa ou entidade, pública ou privada, não tendo compromissos com qualquer partido político ou religião.

A BAMALO não distribui entre seus associados, conselheiros, diretores, empregados ou doadores eventuais excedentes operacionais, brutos ou líquidos, dividendos, bonificações, participações ou parcelas de seu patrimônio, auferidos mediante o exercício de suas atividades, e os aplica integralmente na consecução de seu objetivo social.

OBJETIVO

A Banda Marcial de Louveira tem por finalidade contribuir para a formação cidadã de crianças, jovens e adultos, por meio da educação musical e coreográfica, tendo em vista o desenvolvimento da responsabilidade, da solidariedade, da convivência em grupo, a elevação da auto-estima e o acesso à cultura.

O PROJETO

A BAMALO acredita que o nosso futuro está nas mãos das nossas crianças, é preciso trihar um caminho justo, correto e determinante para elas, por isso, nosso trabalho hoje é focado a disseminar a música e a dança para crianças a partir de 8 anos.

Acreditamos também que ao passar o tempo diariamente seguindo os nossos preceitos, retiramos eles de caminhos que poderiam levados a atitudes que são aceitas pela sociedade.

A DIRETORIA

Diretor Executivo

Nosso Diretor Executivo é o Sr. Tiago José Degani dos Santos, ex-aluno da BAMALO, ingressou na banda em 1999, participando das atividades da BAMALO, desde 2005 é voluntário e faz parte da Diretoria. Formado em Administração de Empresas, há 10 anos está a frente da BAMALO. Para o nosso Diretor Executivo “A BAMALO é a minha segunda casa, sempre fui voluntário, acredito no trabalho que realizamos em Louveira, acredito nas nossas crianças e só tenho que agradecer a equipe voluntária maravilhosa que temos, todos assim como eu, fazemos as coisas com amor!. É muito gratificante também, ver o quanto a sociedade Louveirense tem um carinho grande pela BAMALO, é emocionante!”

Diretora Administrativa

Nossa Diretora Administrativa é a Sra. Fabiane de Cássia Salmazo Degani, esposa do Diretor Executivo, conheceu a BAMALO em 2006 e desde então está participando das nossas atividades. É formada em Administração de Empresas e há 4 anos faz parte da Diretoria. Para nossa Diretora Administrativa ” A BAMALO apareceu na minha vida, junto com o meu marido! rsrsrs, adoro estar presente nas atividades e ver o quanto nossa equipe é dedicada e faz tudo com muito amor!

Diretora Financeira

Nossa Diretora Financeira é a Sra. Drielle Cristina Dourado Grion Espíndola, conheceu a Bamalo a 4 anos e desde então participa das nossas atividades, é também nossa fotografa oficial e administradora das nossas redes sociais. Para nossa Diretora Financeira “É muito gratificante fazer parte deste projeto e trabalhar com pessoas que fazem as coisas por amor”

O MAESTRO

Quem no Brasil não conhece o Maestro Joeldir Manoel Silva, popularmente e carinhosamente conhecido como Maestro Joel, veio para Louveira em 1991 com o sonho de montar uma Banda Marcial, que até então nunca teve nada do tipo. Logo seu sonho foi compartilhado e abraçado por mais pessoas e rapidamente começaram os ensaios. Passou por momentos difíceis, mas nunca deixou de acreditar no potencial de Louveira, que hoje é reconhecida nacionalmente. Joel cresceu em Franco da Rocha nos meios das Fanfarras que ali na época existiam, logo conquistou seu espaço e dali pra frente nunca mais parou.

Fonte:

Deixe seu comentário