Portal da Cidade Louveira

Estiagem

Louveira alerta moradores sobre necessidade de economia de água

Ação tem finalidade de evitar riscos para o abastecimento; Represa está com apenas 1% da capacidade e mananciais seguem com vazão muito abaixo do nível.

Postado em 09/09/2021 às 16:16

(Foto: Prefeitura de Louveira)

Com o nível da única represa para reservação de água na cidade abaixo de 1% da capacidade, e diante de vazão dos mananciais na casa dos 40% do normal, a Prefeitura de Louveira alerta os moradores sobre a importância do consumo consciente de água. O aviso tem como objetivo evitar riscos para o abastecimento, como por exemplo a adoção de rodízio, como já tem sido realizado em outras cidades da região.


"Nós fazemos a captação diretamente do Córrego Fetá, Córrego Rainha e Rio Capivari. Contudo, os níveis de vazão destes mananciais também estão muito abaixo do esperado. A economia de água gerada pelo consumo consciente é a única forma de passarmos por essa crise sem sofrermos com o desabastecimento", reforça o secretário de Água e Esgoto do município, Mateus Arantes.


Nesta quinta-feira (9), os níveis dos mananciais de Louveira seguem com a vazão média muito abaixo do nível normal. A vazão média do Córrego Fetá caiu de 322 litros de água por segundo, para apenas 140l/s. A do Córrego Rainha caiu de 230l/s para 100l/s e a do Rio Capivari baixou de 1.462l/s para 640l/s.


Já a represa, que tem capacidade para reservar até 465 mil m3 de água, tem nesta quinta apenas 4.650 m3 armazenados.


Campanha

O município iniciou em maio uma campanha que ajudou a reduzir o desperdício de água na cidade. A economia de água depende de cada morador. Nas ações do dia a dia, a população pode fazer a sua parte com ações simples, que acabam surtindo resultados expressivos se adotadas por todos.


Com o intuito de minimizar as possibilidades de reflexos diretos da estiagem nas torneiras dos moradores, a Prefeitura distribuiu folhetos em locais de grande circulação e para os alunos da rede municipal, além de disseminar mensagens de conscientização pela redes sociais.


A ação também conta com outros tipos de divulgação, como totens e outdoors espalhados pela cidade e envio de conteúdo para os veículos de imprensa, entre outros.


A Prefeitura de Louveira ressalta que as ações para minimizar os problemas da estiagem são complementares e dependem, fundamentalmente, do comprometimento da sociedade.


Alerta PCJ

Em alerta enviado aos municípios da região no início da agosto, o Consórcio PCJ mostra que, se for mantido o comportamento climático e o nível de chuvas atual, o Sistema Cantareira, importante reserva de água e referência para as Bacias PCJ, deve chegar ao mês de dezembro de 2021 com apenas 20% do seu volume útil. O número é semelhante ao verificado em dezembro de 2013, quando o sistema chegou a 21% de reserva e houve o alerta inicial para a crise hídrica que se confirmou no ano seguinte, em 2014, e teve impactos na região.


Em 2021, apenas os meses de janeiro e julho apresentaram volume acumulado de chuva dentro do esperado, mas a média anual, somando todos os meses entre janeiro e julho, segue abaixo da média. No Sistema Cantareira esse dado é ainda mais preocupante, já que em nenhum mês de 2021 choveu dentro do esperado para o período.


Dicas para economizar:

1 – O banho deve ser rápido. Se o tempo passar de 15 para 5 minutos, cerca de 90 litros de água podem ser economizados.

2 – Feche o chuveiro quando estiver se ensaboando. Isso reduz o tempo do banho e economiza cerca de 80 litros de água.

3 – É possível economizar ao desligar o chuveiro enquanto lava o cabelo.

4 – Fazer a barba em 5 minutos gasta 12 litros de água. Fazer a barba no chuveiro diminui o consumo para 2 litros.

5 – Economize mais de 11 litros de água escovando os dentes com a torneira fechada.

6 – Além de manter a torneira fechada enquanto escova os dentes, utilize um copo de água para enxaguar a boca.

7 – Mantenha um balde no chuveiro para reter a água que corre até que ela aqueça. Utilize esta água para lavar o banheiro, a cozinha e até para regar plantas.

8 – Não utilize o vaso sanitário como lixeira. Jogue papel higiênico, algodão, absorvente e qualquer outro resíduo no lixo.

9 – Não use a descarga se não houver necessidade. Cada vez que ela é acionada por seis segundos, o gasto é de 10 a 14 litros de água.

10 – Verifique se não há vazamentos. Um buraco de dois milímetros no encanamento desperdiça cerca de três caixas d’água de mil litros.

Fonte:

Receba as notícias de Louveira no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Outras notícias