Portal da Cidade Louveira

HERÓI

Guarda civil de Valinhos salva bebê após engasgo

Pires realizou os procedimentos de desengasgo e fez o bebê voltar a respirar normalmente

Postado em 09/08/2019 às 12:05 |

O guarda civil Márcio Luiz Pires, de 50 anos, (Foto: Divulgação)

O guarda civil Márcio Luiz Pires, de 50 anos, que há 26 anos atua na Guarda Civil Municipal (GCM) de Valinhos, virou símbolo do Dia dos Pais para uma família do Jardim das Figueiras. O guarda salvou um bebê de um ano e dois meses, que estava engasgado. Pires realizou os procedimentos de desengasgo e fez o bebê voltar a respirar normalmente.

  A ocorrência foi registrada no primeiro dia deste mês, por volta das 12h. Moradores solicitaram a ajuda do guarda civil, que estava no bairro e prontamente atendeu ao chamado. A mãe estava abalada, chorando muito, quando entregou o bebê desfalecido ao policial. Depois de realizar os procedimentos de socorro, a criança começou a chorar, expelindo secreções pela boca e narinas. O bebê teve as vias aéreas desobstruídas e voltou a respirar.  

Antes do procedimento, Pires orientou a família para acionar o 192 do UPA. A equipe de socorristas chegou rapidamente ao local e deu continuidade ao atendimento iniciado por Pires, fazendo o monitoramento da criança, que já estava respirando normalmente graças à ação do guarda. O bebê foi levado à UPA para avaliação especializada e foi liberado.

“Graças a Deus esse bebê está bem”, comemorou Pires, que relembrou os minutos de tensão durante a manobra de salvamento. Segundo ele, ao fazer o procedimento de desengasgo, todo o conhecimento recebido na requalificação da Guarda surgiu em sua mente, garatindo o êxito do atendimento.

Requalificação

A rápida e eficiente atuação do GCM Pires foi primordial para o final feliz. Os procedimentos aplicados fazem parte da requalificação da GCM de Valinhos, realizada todos anos. Nessas ocasiões, são repassados e atualizados diversos treinamentos, como primeiros-socorros, combate a incêndio, aspecto comportamental, entre outros atendimentos importantes. “A requalificação permite salvar vidas e preservar patrimônio, além do meio ambiente”, disse o comandante da GCM, Sidnei Aureliano, instrutor de primeiros-socorros e de resgate em emergências médicas.

Fonte:

Deixe seu comentário